Ministro entra com recurso para impedir depoimento de Weintraub


O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, afirmou na madrugada desta quinta-feira (28) que entrou com um habeas corpus para tentar impedir o depoimento do ministro da Educação, Abraham Weintraub, no inquérito das fake news contra o Supremo Tribunal Federal (STF).

Weintraub foi convocado para prestar esclarecimentos à Polícia Federal após declaração durante reunião ministerial em que pediu a prisão de membros do Supremo. "Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF", afirmou Weintraub.

Segundo Mendonça, o recurso tem como objetivo "garantir liberdade de expressão dos cidadãos". Na quarta-feira (27), a PF cumpriu 29 mandados de busca e apreensão envolvendo o inquérito das fake news.

A operação investiga notícias falsas que atinjam diretamente os membros da Suprema Corte e seus familiares. Houve buscas em endereços ligados a apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, como o empresário Luciano Hang, o ex-deputado Roberto Jefferson e a ativista Sara Winter.
Fonte: Portal R7

Facebook


Twitter


Sound Cloud